Sites Grátis no Comunidades.net Wordpress, Prestashop, Joomla e Drupal Grátis

O ANARQUISTA


Quem Somos??? Se olharmos para trás sabemos de onde vimos. Somos anarquistas, somos gente que combateu a tirania e a ignorância. Temos um património imenso, que vai desde as lutas dos escravos às conquistas do movimento operário, dos movimentos dos negros às lutas do Maio de 1968, das lutas das mulheres pelo voto ao surgimento da ecologia/ambiente. Somos Anarquistas porque temos memória, nosso olhar é crítico e não nos resignamos ao consenso. Somos Anarquistas, estamos atentos ao que se passa à nossa volta. É a partir dos símbolos e das referências de hoje, dos múltiplos conflitos do dia-a-dia, que queremos reinventar um novo conceito de Anarquismo. Todos sabemos que a dominação tem muitas formas ser lida. O combate contra a guerra e por uma outra forma de globalização. Somos parte deste grito libertário que tem percorrido um caminho no mundo, e mais recentemente em Portugal; Lisboa, Guarda, Porto, Tomar, Coimbra, Pinhel e Beja, que vai contando com mais gente, gente de todos os lados, de vários partidos e de inúmeros movimentos, gente descontente com o poder politico ou estado em Portugal. Somos e temos ideias de uma sociedade mais justa, temos alternativa para o capitalismo, embora sabemos que o Capitalismo vai existir sempre, mas é preciso construir essa alternativa. O Capitalismo está nas tuas mãos, combate, luta, mata o Capitalismo … Somos Anarquistas e estamos em todas as camadas sociais, somos mais nas camadas mais jovens porque depende delas o futuro do nosso País.
Total de visitas: 131074
OS VELHOS CONSTROEM BOMBAS E SÃO GÉNIOS, OS JOVENS ESCUTAM ROCK E SÃO LOUCOS





Algo não bate certo neste meu “mundo”, existe uma força que me põe mal com os outros e bem comigo. É essa a razão do meu viver, sofrer e não ser compreendido.
Vivo num mundo de desigualdades, tento lutar por um mundo melhor e mais justo onde haja a igualdade dos povos.
Renasci das cinzas e do pó, tento criar uma imagem que é o espelho da revolta de muitos homens, o relógio do tempo não pára e o mundo continua a avançar num ritmo louco, caminhamos para um “fim”. É preciso fazer algo, criar um mundo melhor onde não haja guerras, mas sim paz e amor.
Entramos, ou melhor estamos na era do terrorismo onde as armas, o ódio comanda as nossas mentes. É preciso combater o terrorismo e os terroristas.
Os terroristas não somos nós “ANARQUISTAS”, os poderosos do mundo esses sim é que fomentam o terrorismo…
O terrorismo é um conjunto de actos de violência cometidos por uma organização para criar um clima de insegurança ou derrubar o governo estabelecido. O terrorista é aquele que participa num acto de terrorismo, o seu preço é o “sangue e a morte”.
Acções terroristas com motivação politica são um dos factos marcantes do Séc XX e XXI. Embora não correspondam a um fenómeno específico do século, é neste período que se afirmam, sobretudo a partir dos anos 60. A agenda dos grupos terroristas assenta na demonstração da capacidade de enfrentar o Estado, de lhe infligir danos e de alcançar reconhecimento no plano político. Este é o perfil do terrorismo clássico, em que não se enquadram factos como o que se está a passar hoje em dia.
Semana a semana, dia a dia o terrorismo avança sem dar tréguas, é preciso um ponto final para quem faz a guerra, é preciso acabar com as ditaduras.
Os grandes senhores do terror são actualmente os donos do mundo, fazem o que lhes vai na cabeça, pretendem sim marcar presença no presente para num futuro próximo serem os heróis do século XXI.
Nos anos 90 a Argélia e o Afeganistão tornaram-se os principais centros de violência Islamita. Na actualidade a violência e o terrorismo espalha-se por toda a Europa e por todo o mundo, porquê???...
O que fizemos de mal, será castigo de Deus???...
Será essa uma forma de castigo de uma força divina ou será um fim anunciado pelo homem. Já pouco nada resta deste mundo louco, é preciso travar e arranjar soluções o mais rápido possível para que haja paz e igualdade entre os povos.
È preciso urgente uma nova ordem mundial, “Igualdade e Liberdade de todas as nações oprimidas”.

JORGE PALMA (ENCOSTA-TE A MIM)

Criar um Site Grátis   |   Create a Free Website Denunciar  |  Publicidade  |  Sites Grátis no Comunidades.net